20/04/2012

Recebeu um boleto do Anuário de Marcas e Patentes?

O Cortissa interrompe sua programação leve e descontraída para prestar um serviço de utilidade pública.

Se você recebeu um boleto para "renovação imediata no Anuário de Marcas e Patentes" (sic) como o reproduzido abaixo e está na dúvida se deve pagá-lo, está no lugar certo.

Ao contrário do que alguém na correria do cotidiano pode pensar num primeiro momento, este "Anuário de Marcas e Patentes" não tem nada a ver com o registro da sua marca junto ao INPI e se o boleto não for pago você e sua empresa não sofrerão prejuízo algum. Muito pelo contrário.

O "serviço" oferecido em contrapartida ao pagamento do boleto, na verdade, é a divulgação dos dados da sua empresa em um suposto anuário, que muito provavelmente não existe. E, se existe, certamente não vale a pena desembolsar quase R$ 200,00 para fazer propaganda num veículo absolutamente desconhecido em todo o Brasil. 

Os termos "renovação" e "renovação imediata" são empregados apenas para gerar confusão na cabeça da pessoa responsável pelos pagamentos, fazendo-a acreditar que o boleto é pago todo ano pela sua empresa.

O que destoa um pouquinho da completa má-fé que há nisso tudo são os avisos de que a taxa é facultativa, o boleto não gera vínculo de cobrança e não é protestável.

Depois disso tudo, meu conselho óbvio: NÃO PAGUE.

Boleto do Anuário de Marcas e Patentes


E infelizmente este não é o único golpe do boleto que há na praça. Abra os olhos também para os boletos da Associação Comercial Empresarial do Brasil e do Boletim Federal de Marcas. A informação é a melhor arma para não cair nessas arapucas: divulgue.

Pin It

Nenhum comentário: