Pular para o conteúdo principal

Grandes Pensamentos Filosóficos - 11

1. Por algum defeito de fabricação ou uso inadequado do equipamento, não importa o que eu faça, sempre confundo Dennis Hopper com Robert Duvall e Marisa Tomei com Mira Sorvino.

2. Não tenho outra explicação senão a presença de um saci-pererê no nosso prédio para o fato dos meus fones de ouvido estarem todas as manhãs cheios de nós, muito embora eu sempre os enrole "ferpeitamente" após o uso. Só não sei se nos dias de hoje é politicamente correto ou mesmo lícito crer em saci-pererê.

3. Depois de ficar 40 minutos preso no trânsito, estourando de vontade de ir ao banheiro, em pleno domingo à noite, simplesmente porque umas cem mil pessoas nunca viram luzinhas piscando, o pouco do espírito natalino que havia em mim saiu para comprar cigarro e está com cara de que não voltará tão cedo. Mas quero esclarecer que, embora eu tenha tido pensamentos ruins, não contribuí de maneira alguma para isto.

4. Com esta história toda do combate aos traficantes no Rio, voltou à mídia com força total aquela pérola que começou a circular quando o Edinho, filho do Pelé, foi preso. O repórter enche a boca pra falar que fulano foi indiciado por isso, por aquilo e por associação ao tráfico. Amigo, pelamordedeus, não existe crime de associação ao tráfico! O que a lei incrimina é o ato de duas ou mais pessoas se associarem umas às outras com a finalidade de, juntas, praticarem a atividade ilícita de traficar drogas. Ou será que alguém vai dizer que o integrante de um grupo de extermínio foi indiciado por associação ao homicídio? Enfim, como manda a lógica e a lei, o crime é de associação PARA o tráfico.

Comentários