1 de jun de 2010

A primeira polêmica da Copa já tem nome: Jabulani

Há 15 dias do início da Copa do Mundo de 2010 começou uma polêmica a respeito da qualidade da bola oficial a ser utilizada na competição. Atletas de várias seleções diferentes vêm classificando a tal Jabulani  como "instável", "sobrenatural", "bola de supermercado" e até "podre". Na prática, a reclamação geral é de que a bola é muito leve e muda de direção inesperadamente, às vezes mais de uma vez durante o mesmo trajeto.

Como a fabricante da bola é a Adidas, especulou-se que as críticas vinham de atletas que usam material esportivo de empresas concorrentes (Nike, por exemplo) exclusivamente para depreciar o produto da marca rival. Mas hoje leio no Estadão que até o goleiro do Real Madrid e da seleção espanhola, Iker Casillas, está descendo a lenha na bola, sendo que tanto o time merengue quanto a Fúria usam material esportivo da Adidas há séculos. Outro sinal de que deve haver algo realmente esquisito com esta bola é o fato de que até os atacantes estão reclamando. Goleiro reclamar de bolas novas é comum, até porque o trabalho deles fica mais difícil. Já os responsáveis por marcar gols geralmente comemoram a adoção de bolas mais "rápidas" e "leves".

Por outro lado, é difícil de acreditar que uma empresa multinacional do porte da Adidas, que fornece as bolas para a Copa do Mundo desde 1970 (veja quadro abaixo), tenha pisado tanto assim no próprio produto. Além disso, é estranho que esta bola tenha sido apresentada ao mercado há ao menos uns 6 meses e somente agora começaram as reclamações.
Fonte das imagens utilizadas na montagem: SoccerLens.

Enfim, está chegando a hora da gorduchinha rolar pelos gramados sul-africanos e só então saberemos se a chiadeira tem algum fundamento. O certo é que se um evento desta magnitude for prejudicado por problemas com a estrela estrela maior da competição, sua majestade a bola, o fiasco será gigantesco.
Pin It

Nenhum comentário: