Pular para o conteúdo principal

Independiente (COL) 1 X 1 Corinthians

O Corinthians foi a Bogotá para empatar e conseguiu. No sufoco, diga-se de passagem, só para variar. Sufoco desnecessário, pois o time colombiano, mesmo jogando em casa, demonstrou ser bastante frágil.

Se o Mano Menezes não tivesse escalado 8 jogadores dedicados exclusivamente em marcar, muito provavelmente voltaria ao Brasil com os 3 pontos. A criação de jogadas ofensivas ficou a cargo de Danilo, bastante apagado, Jorge Henrique e Ronaldo, que foi um a menos. Felipe fez pelo menos duas grandes defesas e Roberto Carlos melhorou um pouco, se comparado às partidas anteriores.

Somente com a entrada de Dentinho no lugar de Danilo aos 15 minutos do 2º tempo, é que o Corinthians começou a freqüentar a área adversária com algum perigo. E, por incrível que pareça, a substituição do irreconhecível Fofômeno pelo Souza aos 28 minutos, fez o time render mais.

O gol do Independiente foi marcado logo em seguida por Valoyes, em impedimento desses que só se nota em replay e olhe lá. Recebeu uma bola dentro da área e teve todo o tempo do mundo para virar e chutar a gol, coisa inadmissível em zaga de time aspirante a campeão.

Já o gol de empate, aos 39 do 2º tempo, foi mérito individual de Dentinho, que acertou um belíssimo chute de fora da área e a cada dia que passa demonstra que deveria ser titular. Daí pra frente, ao invés de tentar a virada, a equipe alvinegra só embromou, esperando o final do jogo.

Considerando-se a lógica de que empatando fora e ganhando em casa qualquer clube se classifica para as oitavas, o resultado foi bom. Mas novamente o Corinthians não apresentou um bom futebol, além da situação do Ronaldo, claramente desmotivado por ter a certeza de que não vai à Copa, preocupar. Ser campeão da Libertadores já não é fácil. Com o Souza lá na frente, será impossível.

Ficha técnica (Fonte: Futbolred.com)

Estadio: El Campín de Bogotá
Asistencia: 25.000 personas aproximadamente
Árbitro: Sergio Pezzota - Argentina
Asistente No. 1: Ariel Bustos - Argentina
Asistente No. 2: Alejo Castany - Argentina
Cuarto árbitro: Ímer Machado - Colombia

Independiente Medellín: Aldo Bobadilla; Ricardo Calle, Anselmo de Almeida, Leiton Jiménez, Juan Valencia, Luis Carlos Arias, Juan Esteban López, Juan Esteban Ortíz, Nelson Barahona, Felipe Pardo, Edison Giménez. Entrenador: Leonel Álvarez.

Cambios: Tressor Moreno por Giménez (57'), Cesar valoyes por Barahona (69'), César Rivas por Felipe Pardo (86').
Amonestados: Ortíz (13')
Expulsados:
Goles
: Valoyes (76')

Corinthians: Felipe; William, Chicao, Jusilei y Roberto Carlos; Ralf, Elías, Marcelo, Danilo; Jorge Henrique y Ronaldo. Entrenador: Mano Menezes.

Cambios: Dentinho por Danilo (60'), Souza por Ronaldo (74'), Moraes por Mattos (85').
Amonestados: Marcelo Mattos (18'), Jusilei (21')
Expulsados:
Goles: Dentinho (84')

A classificação do Grupo 1, após a segunda, rodada ficou assim:
CLUBE PG J V E D GP GC SG %
1 Corinthians (BRA) 4 2 1 1 0 3 2 1 66
2 Racing (URU) 3 2 1 0 1 3 3 0 50
3 Independiente (COL) 2 2 0 2 0 2 2 0 33
4 Cerro Porteño (PAR) 1 2 0 1 1 2 3 -1 16

Confrontos da próxima rodada
17/03: Cerro Porteño (PAR) X Corinthians (BRA)
18/03: Independiente (COL) X Racing (URU)

Comentários