Pular para o conteúdo principal

Cerro Porteño (PAR) 0 x 1 Corinthians

Foi o primeiro jogo do Corinthians nessa Libertadores em que o time demonstrou alguma maturidade e deu esperança de que pode levantar o caneco. O adversário, para variar, era simplesmente horrível. Aliás, a cada ano que passa fica mais vergonhoso não ter um título sequer dessa bagaça, pois o que tem de time ruim jogando a Libertadores não é fácil...

Mas vamos ao jogo. O Mano armou o time num 4-4-2 com 3 volantes, a exemplo do que fizera no jogo contra o Independiente. Mas trouxe o Jucilei para o meio-campo e escalou o Moacyr (fraco demais...) na lateral direita. Com Elias, Jucilei e Ralf o time conseguiu marcar forte, ter posse de bola e ainda contar com as eventuais subidas dos dois primeiros. A zaga com William e Chicão esteve mais segura do que nas últimas partidas, bem como Felipe, que fez algumas boas defesas.

Parágrafo à parte merece o Roberto Carlos, que parece estar encontrando o seu bom futebol de outros tempos: marcou e apoiou muito bem, sem tomar cartão (aleluia!). Confesso que não esperava grande coisa dele no Corinthians.

Mesmo com tudo isso, se não fosse a estrela do Ronaldo o placar teria ficado no 0X0. Pelo visto em 2010 ele vai jogar quase como o Romário no final de carreira: se faz de morto e, de repente, caixa! Nas últimas partidas a estratégia pisciana não deu certo, mas hoje funcionou. Danilo, que teve boa atuação (embora ainda esteja meio fora de forma), tocou de calcanhar num escanteio batido por Dentinho e deixou a bola no jeito para o centroavante marcar aos 40 do 1º tempo.

Depois disso o Cerro Porteño ainda teve Britez expulso, o que só facilitou a vida dos alvinegros. Em pelo menos 3 contra-ataques o Corinthians poderia (e deveria) ter ampliado o placar, mas a vontade de segurar o resultado falou mais alto do que a de ampliá-lo. E aqui um momento corneta: numa chave podreira como essa, o Corinthians tinha que fazer a melhor campanha da 1ª fase levar essa vantagem para as outras etapas da competição. Hoje era jogo para 3 a 0, no mínimo.

Ficha técnica (Fonte: UOL)
Cerro Porteño
Barreto; Irrazábal, Herner (Cardozo), Torrén e Piris; Núñez, Cáceres (Recalde), Brítez e Julio dos Santos; Ramírez (Ereros) e Zeballos
Técnico: Pedro Troglio

Corinthians
Felipe; Moacir, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Danilo (Tcheco); Dentinho (Jorge Henrique) e Ronaldo (Souza)
Técnico: Mano Menezes

Data: 17/03/2010, quarta-feira
Local: estádio Defensores del Chaco, em Assunção (PAR)
Árbitro: Pablo Pozo (CHI)
Auxiliares: Patricio Basualto (CHI) e Julio Diaz (CHI)

Cartões amarelos: Núñez, Torren, Ramírez (CER); Jucilei, Moacir, Dentinho (COR)
Cartão vermelho: Brítez (CER)

Gol: Ronaldo, aos 40min do primeiro tempo

O Timão vai encerrar o "1º turno" do Grupo 1 na liderança e pegará o mesmo Cerro Porteño no dia 1º de abril, jogo que promete a goleada que ficou faltando nessa noite. Hoje jogam Independiente e Racing e depois da partida atualizarei a tebela de classificação, que por enquanto está assim:

CLUBE PG J V E D GP GC SG %
1 Corinthians (BRA) 7 3 2 1 0 4 2 2 77
2 Racing (URU) 4 2 1 1 1 3 3 0 44
3 Independiente (COL) 3 2 0 3 0 2 2 0 33
4 Cerro Porteño (PAR) 1 3 0 1 2 2 4 -2 11
(*) atualizada em 19/03/2010

Comentários