Pular para o conteúdo principal

TCV é Josh Homme e mais dois

Meu CD do Them Crooked Vultures chegou no começo do mês, mas só hoje tive tempo de escrever alguma coisa a respeito. O nome da banda, numa tradução direta, seria “Os Abutres Trapaceiros”. Mas de trapaça não há nada no som dos caras. Muito pelo contrário. O problema, que na verdade é uma quase uma benção, é que não dá para descrever o tipo de música que o TCV faz. É rock, sem sombra de dúvida, mas você tem que ouvir para entender do que se trata.


Por ter o Jonesy no baixo e o Grohl na bateria naturalmente muita gente, inclusive eu, imaginou encontrar referências do Led e do Nirvana. Esqueçam. Não tem nada a ver com nada e, talvez por isso mesmo, é genial! Se “Tight but loose” definia o som do Led nos anos 70, “Torto, mas preciso” é a frase que melhor explica o TVC. Das 13 faixas (coisa de velho, afinal CD não tem faixa...) pelo menos 8 são daquele tipo de música que se pode ouvir ad nauseam sem nunca ficar enjoado. "Scumbag Blues", por exemplo, já é um clássico do rock no meu mundinho.

Dos 3 integrantes da banda, Josh Homme (vocal e guitarra) é, inegavelmente, o menos conhecido. Contudo, dá para dizer, sem medo de errar, que o TCV seria algo completamente diferente sem ele. A banda é ele e “mais 2”. Sorte nossa que os outros são quem são. Para quem nunca ouviu falar em Josh Homme, três informações iniciais: antes de integrar o TCV,já era líder da banda Queens of the Stone Age; tem pelo menos 1,95m e altura; e não leva desaforo para casa, como se vê abaixo...



Em tempo: paguei exatos US$ 17.90 pelo meu CD importado, incluindo o frete, o que deu pouco menos de R$ 33; se algum desavisado resolver comprar o mesmo CD importado na Submarino, desembolsará quase 3 vezes mais!

Comentários