Pular para o conteúdo principal

Mesmo Delivery - Rafael Grampá

Quem gosta de quadrinhos precisa conhecer urgentemente o trabalho de Rafael Grampá. E não digo isso em tom professoral, até porque só fiquei sabendo da existência de Grampá na quinta-feira passada, quando comprei, por sugestão de um vendedor da Livraria Sobrado, a HQ Mesmo Delivery.

A sensação que tive ao começar a folhear aquele "gibi-chique" de título estranho, ilustrações espetaculares e roteiro quase cinematográfico, de fazer inveja a qualquer Tarantino, foi especial. Semelhante, talvez, à experimentada quando troquei The House of Blue Ligh, do Deep Purple, por Hot Rats, do Frank Zappa, em 1989, no Sebo de Elite da Rua Lisboa (*): como vivi até hoje sem conhecer isso?! Sorte que eu (e todos nós!) ainda podemos correr atrás do tempo perdido.

(*) Essa história vai render outro post, provavelmente no próximo fim de semana.

Esse título foi lançado em setembro de 2008, mas antes disso já tinha sido objeto de uma edição norte-americana. Isto porque, como acontece com muitos artistas brasileiros, enquanto Grampá ainda é pouco conhecido por aqui, nos EUA goza de uma sólida reputação, a ponto de ter vencido, em parceria com Fábio Moon e Gabriel Bá, o Eisner Award na categoria Melhor Antologia. Como "uma imagem diz mais que mil palavras" (clichê, mas verdadeiro), eis uma pequena amostra:



Título: Mesmo Delivery / Autor: Rafael Grampá / Editora: Desiderata / Preço de capa : R$ 39,90 / Nº páginas: 56.

Comentários