Pular para o conteúdo principal

Gareth Thomas, um gay macho pra caramba

O britânico Gareth Thomas (1,92 m de altura e 101 kg), ídolo da seleção de rugby do País de Gales, com mais de 100 convocações, admitiu ser gay no último dia 19, em entrevista ao Daily Mail. Thomas era casado (está se divorciando) e tinha uma vida "normal", mas sofria por manter sua opção sexual em segredo, tendo chegado até a pensar em suicídio. Ele acredita que sua iniciativa contribuirá para que outros atletas na mesma situação façam o mesmo.

Esse fato só reforça a tese de que tem que ser muito macho para ser gay. Thomas, que é um brutamontes, desdentado, cheio de ossos quebrados e cicatrizes espalhadas pelo corpo, levou quase 20 anos para assumir publicamente sua sexualidade. Como ele mesmo reconhece na entrevista abaixo, a maior pressão que sofreu durante este período de confinamento no armário foi a imposta por ele mesmo. Ou seja, não deve ter sido nada fácil tomar a decisão de se revelar.

Agora, por tabela, vamos saber também quem são os humoristas machos de verdade. Afinal, fazer piadinhas com o Richarlyson é fácil. Quero ver é cutucar o ogro aí com vara curta (com ou sem trocadilho, a gosto do freguês).


Comentários