Pular para o conteúdo principal

30 Days of Night

Para quem gosta de filme com vampiros que sejam efetivamente de terror e não uma mistura de High School Musical com o Cupê Mal Assombrado da Corrida Maluca, recomendo fortemente 30 Days of Night, que aqui recebeu o título traduzido ao pé da letra, 30 Dias de Noite.

O roteiro é baseado numa Graphic Novel homônima e se desenvolve a partir da seguinte premissa: vampiros aproveitam a ausência de luz solar por 30 dias seguidos numa cidade no Alaska durante o solstício de inverno para fazer um "banquete". O isolamento decorrente do mau tempo e as artimanhas dos vampiros para assegurar que ninguém escape mantém uma tensão constante durante o filme. Exatamente como um bom filme de terror deve ser.

Aliás, a forma como os vampiros são representados é muito interessante. Eles falam um dialeto próprio, como se fossem uma nação à parte da humana (quem quiser pode facilmente enveredar para análises mais profundas do filme), vestem-se como "pessoas normais" e não têm os manjados caninos salientes, mas sim todos os dentes igualmente afiados.

Apesar de ser um filme bem acima da média, ficou pouquíssimo tempo em cartaz por aqui (estreou em 2007), mas dá para encontrar em qualquer locadora decente. A direção é do britânico David Slade, mais conhecido por clips musicais, e a produção de Sam Raimi, que fez um dos filmes de terror mais aterrorizantes de todos os tempos no anos 80: The Evil Dead.

Comentários