Pular para o conteúdo principal

Cadê meu Kindle?

O tal do Kindle deve ser realmente um negócio muito bacana. Já pensou você prestes a entrar num voo de 11 horas de duração e perceber que não levou nada para ler? Basta pegar seu Kindle e baixar um bom livro por menos de dez dólares para te fazer companhia na viagem. E isso vale para sala de espera de consultórios médicos, corredores do fórum João Mendes ou finais de semanas chuvosos. Você vai baixando livros e eles vão ficando armazenados no breguetinho digital, como se fosse uma biblioteca virtual de bolso com dez, cem, mil títulos. Dizem que cabe até 5 mil livros num negócio desses! Genial, sem dúvida.

O problema, no meu caso em particular, é que minha cabeça não é muito boa e está ficando pior a cada dia. Vivo perdendo a chave de casa, o documento do carro, o guarda-chuva (os, na verdade; nem me dou mais ao trabalho de procurar quando perco um).

Por essas e outras, acho que nunca terei um Kindle. Já pensou perder 5 mil livros de uma vez só?! Prefiro ir perdendo um por vez, esquecido em gavetas de hotéis, emprestados forever para amigos, caídos atrás da estante...

Comentários