Pular para o conteúdo principal

Vai que ainda dá! (ou crônicas de uma tragédia anunciada, parte II)

O Fluminense, último colocado na tabela do Brasileirão 2009, com 16 pontos ganhos em 66 dispuitados (24% de aproveitamento), trocou de técnico pela terceira vez ao longo do torneio.

Depois de Renê Simões, Parreira e Renato Gaúcho, agora o técnico Cuca foi o escolhido para a missão de livrar o Fluzão do rebaixamento.

A equipe ainda não venceu no 2º turno, está a 8 pontos do primeiro clube que escapa da degola e precisa de pelo menos 10 vitórias em 16 partidas para se safar.

O detalhe é que o Palmeiras, líder isolado do campeonato e fortíssimo candidato ao título, venceu "somente" 11 jogos dos 22 que disputou.

Como se vê, a tarefa de Cuca não é nada fácil. Mas assim como o diretor de futebol do clube das Laranjeiras, Branco, percebe-se que o técnico está determinado e confiante de que conseguirá tirar o Fluminense desta situação para lá de incômoda, como se pode observar...


Comentários