Pular para o conteúdo principal

Inspiração alvinegra para um tricolor

Entre os anos de 1920 e 1933, o distintivo do Sport Club Corinthians Paulista era como o da figura abaixo, à esquerda. Somente em 1933, quando os esportes aquáticos começaram a ser praticados com mais ênfase no clube, é que os remos e a âncora foram incorporados.

Em 1931 o Esporte Clube Bahia foi fundado e o seu distintivo elaborado tendo o corinthiano por inspiração, uma vez que dentre os fundadores do clube estava um torcedor fanático do Corinthians. Ao contrário do distintivo alvinegro, o tricolor baiano nunca sofreu nenhuma alteração.

Apesar de ser o clube mais popular de seu estado e ter sido campeão nacional por duas vezes (1959 e 1988), o Bahia não disputa a divisão de elite do Campeonato Brasileiro desde 2003, quando foi o último colocado. Atualmente está na Segundona, correndo sério risco de cair para a terceira divisão, para desespero de torcedores ilustres como Gil e Caetano.

A curiosidade foi divulgada recentemente em uma palestra proferida por Celso Unzelte, professor, historiador, pesquisador, escritor e comentarista esportivo da ESPN, além de corinthiano fanático.

Vi no blog Preto no Branco.

Comentários